sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

Servidores em greve pedem ajuda a Salame


Entre o final da manhã e o início da tarde desta sexta-feira (21), no auditório da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), servidores da prefeitura de Marabá, que estão em greve há duas semanas, mantiveram reunião com o prefeito eleito, João Salame (PPS). A principal reivindicação, obviamente, é o pagamento dos salários e do vale-alimentação.
Salame adiantou à categoria que o que for de direito dos servidores, caso a atual administração não honre, ele vai negociar com a categoria, pagando tudo que for obrigação da prefeitura. Além disso, comprometeu-se em manter diálogo permanente com os trabalhadores a partir da primeira semana de governo.
“Evidentemente que esta é uma situação muito ruim porque a prefeitura tem dinheiro e a informação que eu tenho é de que o prefeito está priorizando o pagamento de fornecedores, quando a preocupação principal deveria ser com o salário do servidor e com a previdência, mas há atraso em ambas as situações”, declarou o prefeito eleito.
Salame disse esperar que Deus toque no coração do prefeito Maurino Magalhães, já que este sempre citou o nome de Deus durante toda a sua gestão. “Eu espero que Deus o ilumine para entender que são milhares de pais de família muito mais necessitados do que esses fornecedores que já faturaram demais na prefeitura. Se o dinheiro não dá pra pagar todo mundo, a prioridade deveria ser o servidor”, repetiu.
Ainda de acordo com João Salame, durante esse período de transição, alguns secretários da atual administração mostraram boa vontade em resolver o problema, mas não tem autorização do prefeito para fazer os pagamentos. “Realmente é lamentável”, resume Salame.

Nenhum comentário: