sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

Marabá: A violência nossa de cada dia



Ananindeua e Marabá estão entre os dez municípios brasileiros que apresentam as maiores taxas de homicídios entre adolescentes, segundo o Índice de Homicídios na Adolescência (IHA). O estudo apontou que três em cada mil jovens morrem assassinados – a maioria vítimas de arma de fogo. Pessoas do sexo masculino e negras são as principais vítimas.
Pelo estudo, estima-se que entre 2010 e 2016 o número de adolescentes mortos em Marabá, que está em décimo lugar no ranking da violência, seja de 254 mortes de pessoas com idade entre 12 e 18 anos.
De acordo com o Ministério da Saúde, o homicídio é a principal causa de morte dos adolescentes. Do total de óbitos nessa faixa etária 45,2% correspondem a extermínio. A média é superior à registrada na população geral que é de 5,1%. Entram para estas estatísticas as mortes em conflito com a polícia, conhecida como auto de resistência.
A pesquisa do IHA foi realizada em 283 municípios brasileiros com mais de 100 mil habitantes. O Norte é a segunda região onde os jovens correm mais risco. O índice de adolescentes mortos antes de completar 18 anos ficou em 3,62 para cada grupo de mil adolescentes.

Nenhum comentário: