quinta-feira, 27 de setembro de 2012

Tião sabe que está em segundo lugar


Pessoalmente não tenho nada contra o Tião Miranda. Vi nele um sujeito até bacana nas poucas oportunidades que tive de conversar com ele e nas muitas vezes que já o entrevistei. Mas, para mim, o momento é do Salame e felizmente para nós, do “23”, grande parte do povo de Marabá já percebeu isso.
Independentemente das pesquisas que pipocam como febre nos meios de comunicação, é possível sentir essa mudança. Até o próprio Tião e seu staff de campanha já sabem disso também.
A própria postura adotada no discurso do Tião já é uma postura de quem está em segundo lugar e sabe disso.
Os ataques diretos e às vezes pessoais provam o que eu digo.
Mas a política, no Brasil, é isso mesmo. Infelizmente.
Se o João Salame vai ser um bom prefeito, só o tempo vai mostrar, mas, para mim, não há dúvida de que está na hora de colocá-lo em prova.
É “23” até o fim.

7 comentários:

Anônimo disse...

Vou além, qual a proposta apresentada pelo candidato Tião Miranda? Apenas falar mal dos outros? isso mostra seu despreparo. Não da nem direito de a população cobrar nada, pois nada apresentou.
João Salame apresentou um projeto diferente, que contempla as áreas de ocupação e a zona rural, toda a área periférica do município. Aquela mesma esquecida pelo Tião,nos 8 anos em que foi prefeito e nos 4 em que foi vice-prefeito.
voto em candidato de proposta para Marabá, não em alguem que tem como projeto, ataques pessoais e piadinhas de ,mau gosto. Pois, quero ter como cobrar. Vou cobrar o que do Tião, se ele não tem nenhum projeto apresentado ao longo da campanha para Marabá?

João Salame 23

Anônimo disse...

Valeu chagas.infelizmente outros setores da mídia não tem coragem de assumir que são tião miranda ficam dando uma de independente .

Anônimo disse...

Meu caro Chagas, tenho acompanhado o processo político e não concordo com sua afirmativa. Infelizmente as campanhas tem um verbo muito acentuado, as propostas sempre ficam em segundo plano, mas observo que o tom mais duro do Tião tenta combater as doidices que são prometidas pelo João. O Salame teria aindaa mais sucesso se falasse um pouco mais a verdade e não tentasse levar a eleição as custas de falsas promessas. Ainda, você como jornalista se não tem boa memória tem arquivos que podem confirmar a temeridade das pesquisas patrocinadas pela campanha do João. Essa estratégia não funcionou uma vez e pelo que tenho visto e ouvido não funcionará de novo. Um abraço.

Anônimo disse...

Só tem um dado preocupante nessa última pesquisa publicada no Diário do Pará: é que a somatória dos percentuais, tanto na estimulada quanto na espontânea, somam 101%, sendo que o inteiro dé 100. E mais preocupante ainda é na pesquisa de rejeição, que somado os percentuais dos itens pesquisados, chega-se a 113%. O TRE há tempos devia ter banido a publicação de pesquisa de intenção de votos, seja de candidato A, B, C... Publicar esses números tão distorcidos é subestimar a inteligência do povo de Marabá. Será que aqui ninguém mais saber somar?
_____________
Adir Castro

reporterchagasfilho disse...

Sabem o que eu penso?
Penso que todo o município de Marabá tem muito mais de 500 quilômetros de estradas sem asfalto.
Penso que com recursos da prefeitura, de emendas parlamentares e com linhas de crédito, é possível conseguir o dinheiro para fazer todo esse asfalto.
Penso que quatro anos é um tempo razoável para se fazer essa obra.
Pode ser que o João não faça, pois podem ocorrer contratempos, mas pode ser que ele faça, sim, e é nisso que ele está apostando.
Agora, é muita covardia desistir de uma ideia como essa e pautar uma campanha na aposta do fracasso alheio.
Penso também que o Tião não faria nem 100 km, se fosse eleito. Sabem por quê? Porque ele iria querer fazer somente com uma frente de trabalho da Construfox, empresa da qual ele tem uma participação nos lucros e todos sabem disso.
Ademais, não compete ao Tião combater as supostas “doidices” ditas pelo João. Quem é ele pra fazer isso?
Compete ao Tião apresentar propostas e tentar reconquistar o eleitorado, que se afastou dele mais pela sua arrogância peculiar do que pela não participação na luta pelo Estado do Carajás.
Volto a dizer, não tenho nada pessoal contra o Tião, mas o momento é do João Salame e o próprio Tião sabe disso.

Anônimo disse...

O q se comenta na cidade e q o relacionamento tião /fox azedou de vez .tá rolando um vale tudo. a fonte secou .daí a pouco não tem mais gasolina .só as chamadas do zé modesto no canal fox.

Anônimo disse...

Olha Chagas, concordo plenamemente com o que vc disse, mas espero do fundo do meu coração que vc continue sendo imparcial nos seus comentários, no seu blog e principalmente nas suas concepções e conviçções de vida. Sei que vc tem uma relação boa com o João Salame, e espero que o fato dele ter ganhado não comprometa a credibilidade e a imparcialidade das suas postagens. Um abraço. Stela