quarta-feira, 3 de outubro de 2012

Ibope confirma: João Salame abre 12 pontos de vantagem sobre Tião


Levantamento feito pelo Ibope no município de Marabá aponta que o deputado estadual João Salame (PPS) lidera a corrida pela prefeitura do município com 46% de preferência do eleitorado. O segundo colocado é o também deputado Tião Miranda (PTB), que aparece com 34%. O atual prefeito do município, Maurino Magalhães (PR), tem 8%. César do Comércio (PRP) e Manoel Rodrigues (PSOL) têm apenas 1%.
Os eleitores que disseram votar em branco ou nulo somam 4% e os que disseram ainda não saber são 6%. Esses dados são da pesquisa estimulada. Foram ouvidos 406 eleitores entre os dias 28 e 30 de setembro. A margem de erro é de cinco pontos percentuais para mais ou para menos. A pesquisa Ibope em Marabá está registrada no Tribunal Regional Eleitoral do Pará, sob protocolo PA - 00240/2012.
Na pesquisa espontânea, sem que os nomes dos candidatos sejam apresentados aos entrevistados, Salame tem 43%. Tião aparece com 31% e Maurino, com 6%. César do Comércio tem 1% e Manoel Rodrigues não foi citado. Nesse caso, os brancos e nulos chegaram a 5% e os eleitores que disseram ainda não saber somaram 14%.

3 comentários:

Anônimo disse...

Será q o secretário de comunicação do governo do salame será vc, Chagas? Responde aí! Dê sua primeira declaração.rsb 6

reporterchagasfilho disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
reporterchagasfilho disse...

Como diria o "poeta", "eu acho até graça". rsrsrs Não, não.
Olha só, tem muita gente envolvida diretamente na campanha, o que não é o meu caso.
Existem também conversações entre representantes de partidos que apoiam o nome do João e pode certamente os secretários virão de lá (imagino).
Meu lance hoje é escrever pra jornal, blog, rádio, essas coisas.
Esse negócio de assessoria de comunicação nunca pensei.
Mas (assim) eu sou profissional. Hoje estou trabalhando pro João, amanhã posso estar com outro patrão ou na prefeitura. O futuro é incerto. A única certeza é que neste momento está bom do jeito que está.
Aquele abraço e "23 confirma"