quarta-feira, 4 de maio de 2011

Greve dos médicos pode acabar amanhã

Iniciada ontem, a greve dos médicos do Hospital Municipal de Marabá (HMM) pode acabar amanhã, após reunião na prefeitura, entre o prefeito Maurino Magalhães, os profissionais da saúde que fazem plantão na cidade e representantes do sindicato. Pelo menos esta é a esperança do prefeito.
Maurino disse que esta reunião de amanhã já estava previamente agendada, após outro encontro que ocorreu para tratar do assunto com a presença de representantes do Ministério Público, de modo que na visão de Maurino os médicos se precipitaram ao entrar em greve.
Ele voltou a afirmar que não acha justo aumentar o valor pago nos plantões apenas para os médicos. No entendimento do prefeito, todos que fazem essa jornada extra devem ser tratados igualmente.
Mas os grevistas não estão pedindo apenas o reajuste no valor pelos plantões. Eles têm uma pauta de reivindicações que dizem respeito a todos os servidores do HMM.
Os grevistas querem melhorias de ampliação na segurança do Hospital Municipal com controle mais rigoroso nas portarias e aumento do quadro de agentes.
Eles também pedem a criação de escalas de sobreaviso; melhorias de adequações de alimentação dos servidores e pacientes; suporte diagnóstico com exames laboratoriais e de imagens; e adequação dos consultórios com troca de mobília e aquisição de equipamentos necessários para consultas.
Além disso, é complicado esperar que a prefeitura cumpra algum acordo, principalmente na área de saúde.

Nenhum comentário: