sexta-feira, 6 de maio de 2011

Carajás: será que agora vai?

O Plenário aprovou nesta quinta-feira dois projetos de decreto legislativo que autorizam a convocação e a realização de plebiscitos sobre a divisão do Pará e a criação de dois novos estados: Tapajós e Carajás. Os textos aprovados determinam que as consultas públicas deverão ocorrer dentro do prazo de seis meses após a publicação dos decretos autorizativos.
A primeira proposta (PDC 731/00), que trata do plebiscito para a criação do estado de Tapajós, deverá retornar ao Senado por ter sido alterada na Câmara. O texto aprovado é o substitutivo da Comissão da Amazônia, Integração Nacional e de Desenvolvimento Regional, apresentado pelo relator, deputado licenciado Asdrubal Bentes (PMDB-PA).

2 comentários:

Anônimo disse...

Chagas, se o plebiscito acontecer em todo o território paraense, dificilmente passa. Se for apenas nas áreas envolvidas, passará.

E no caso de acontecer o plebiscito somente com a área interessada, cabe uma indagação: Por que gastar dinheiro com esse plebiscito se o resultado do sim será acachapante?

É melhor definir logo a eleição no novo estado.

TIÃO JÁ!!!

Anônimo disse...

Em sendo aprovado pelo plebiscito a criação do Estado de Carajás me veio a pergunta : Quem seriam os candidatos : À Governador, Senadores, Dep. Federais/estaduais e vai por aí...Essas velhas e manjadas raposas eficientes em sumiço de dinheiro público ? Há que se pensar tambem nessa outra face da moeda. Em 19.05.11, Marabá-PA.