quinta-feira, 1 de novembro de 2012

Tinta, Brasília, casamento, filhos e tal


Estranhamente, a prefeitura de Marabá mantinha uma secretaria que não constava no seu sítio oficial na Internet. Trata-se de uma Secretaria Executiva em Brasília, que mantinha três assessores especiais, dois chefes de divisão, um chefe de seção e uma secretária municipal: Nilda Amorim, com salário de R$ 6,5 mil.
Tudo bem. Foi todo mundo exonerado agora, mas a bandalheira não parava por aí. Nilda assumiu o cargo em Brasília, há menos de um ano, em substituição ao marido dela, Marcos David Aguiar, que veio para Marabá assumir a Secretaria de Gestão Fazendária. Ele também foi exonerado pelo prefeito interino Nagib Mutran.
Agora, presta atenção no pulo do gato. Um dos filhos desse casal, que monopolizava essas secretarias, tem uma empresa que fornece cartuchos de impressora para a prefeitura e já faturou algo em torno de R$ 1 milhão em menos de 12 meses.
Desse jeito – gastando tanta tinta assim – eu quero ver sobrar dinheiro para pagar servidores, vale-alimentação, contas de água, aluguel de prédios e remédio para os hospitais.

15 comentários:

Laércio Ribeiro disse...

Chaguinha, excelente o texto, tanto pelo conteúdo quanto pelo arranjo das palavras. O título, então...

Parabéns.

Anônimo disse...

Do jeito que a coisa vai, isso é só o começo. Ainda irão aparecer muitos podres dessa gestão desastrada. Só me admiro terem tomado providencias após 3 anos e meio de mandato.

Anônimo disse...

passei uma vez numa das secretarias e vi o filho desse David com essa história de cartuchos....aí tem coisa...

esse David se diz crente (deve ser da igreja do maurino, se é q ela existe). É por isso q a Bíblia menciona que até o diabo é crente. Tá explicado!

Anônimo disse...

Agora a família vai arrumar a mala e procurar outra cidade do brasil afora pra fazer o que fez com Marabá.

Anônimo disse...

Estoy totalmente de acuerdo contigo, http://farmaciaporvera.com/#382 creo que te estas dando con una albarrada, no insistas e invierte donde creas, este foro no es de consulta, se mueve por intereses de unos pocos que hablan del interés personal de lo que debe de hacer un valía y no un estudio de cada valor.
[url=http://farmaciaporvera.com/#892]cialis online[/url] Hola.

Anônimo disse...

eu desafio quem achar pelo menos 30% das impressoras com tintas, e algumas que estão carregadas o foram pelos proprios funcionarios que dela precisam pra realizar serviços do proprio orgão. Isso é Marabá!!! Eu trabalho num lugarzinho que falta tudo, mas tudo, que possivelmente, já foi licitado e nunca apareceu, só isso explica o fato de que quase todos os dias os materiais necessários são comprados com o "proprio" dinheiro da pessoa responsável, todo o dia falta uma coisa.... acho que é para não haver denuncia ,caso o serviço pare... fiquem de olho...

Anônimo disse...

What? Que absurdo!

Anônimo disse...

Vale lembrar que é a mesma turma responsável por editar o jornal chapa branca Gazeta de Carajás.

Anônimo disse...

Terra de imbecil essa marabá, a cada blog que eu leio eu vejo que essa terra não tem futuro.. kkkkk podia era separar o pará do Brasil que dava mais futuro

Anônimo disse...

A briga por suprimentos na prefeitura é constante. Pra terem gastado tudo isso com tinta, só se alguém estivesse bebendo!huahsuhsuhauhsuhu
Com relação ao jornal chapa branca, é simples, é só comparar os textos que saiam nele com aqueles que nos eram enviados por e-mail. Sempre a mesma coisa. Agora que a canoa virou o jornaleco não circula mais.

reporterchagasfilho disse...

Em resposta ao anônimo das 09:07, quero dizer que imbecis existem aos montes e em todos os lugares, inclusive esse seu comentário é uma boa prova disso. Dividir o Pará do resto do Brasil? Que é isso? Este momento não é para gracinhas. O assunto é sério.

Anônimo disse...

Deviam era entregar tudo isso pro Fantástico, levar isso ao conhecimento do país. Isso é absurdo demais, o prefeito e seus comparsas só roubaram até agora. Olhem o aumento do patrimônio dele, do Sec David e da sua família. Só espero que Marabá acorde e não corram com essa corja de lá, mas lembrando que eles é que devem embora, o dinheiro fica, ou seja, devem devolver o dinheiro que roubaram do povo.

Anônimo disse...

Concordo plenamente com você, Chagas. O momento é muito sério mesmo. por causa de todas essas maracutaias que aconteceram e ainda acontecem nessa gestão, mulheres e bebês morreram no HMI, outras crianças estão sequeladas; muitas pessoas morreram por falta de atendimento adequado no HMM; crianças que precisam de leite especial (sem lactose) ficaram dias sem receber o produto por falta de verba da secretaria de saúde, da mesma maneira que os cadeirantes, também, não receberam os materiais que precisam e que tem direito; crianças nas escolas sem terem merenda adequada, enquanto a prefeitura deixava comida estragar nos depósitos; pessoas humildes que estavam realizadas com a regularização do bairro Filadélfia e com os seus títulos de posse definitiva nas mãos ficam sabendo que o medo do despejo ronda suas casas novamente porque não houve acordo entre o proprietário e a SDU... enfim, a situação é crítica e tem que ser tratada com o devido respeito.

Anônimo disse...

Esse mesmo Davi nomeu 25 pessoas ligadas a ele para "trabalhar" na Segfaz, nós funcionários concursados da PMM estamos indignados com as regalias que o pessoal dele tem aqui na secretária!

Anônimo disse...

E a grande maioria dessas pessoas nem devem saber onde maraba fica. sao pessoas que estao apenas na folha de pagamento, recebendo as custas do povo, vivendo em outros lugares, tocando suas vidas com o dinheiro da cidade de marabá. Enquanto uns pagam os impostos, outros os gastam.