quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Problemas da Saúde vêm desde a época de Tião Miranda, diz juiz



O juiz César Lins (foto), que determinou a prisão do secretário municipal de Saúde, Nilson Piedade, no início da tarde de terça-feira (23), explicou à Imprensa na manhã de ontem que a prisão foi determinada porque o município deixou de cumprir uma série de medidas previstas num Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), que visava melhorar o atendimento no Hospital Municipal de Marabá (HMM).
Segundo o magistrado, após a inspeção realizada na terça-feira, no Hospital Municipal, foram encontradas evidências do caos no setor.
Mas César Lins faz questão de deixar bem claro que esses problemas não vêm de hoje. “Isso é coisa antiga; isso vem das outras gestões; vem do tempo do Tião Miranda também. É bom esclarecer isso porque não é só o prefeito atual que tem que ser crucificado não”, assevera o juiz.
O secretário municipal de Saúde, Nilson Piedade, não chegou a passar nem uma noite na cadeia. Após prestar depoimento, ele foi liberado.

Nenhum comentário: