sexta-feira, 18 de março de 2011

Ecos do "Caso Elka"

O advogado Valdinar Monteiro, assessor jurídico da Câmara Municipal de Marabá (CMM), foi chamado às pressas para uma reunião hoje à tarde (às 15 horas, impreterivelmente), com a vereadora Antônia Carvalho Albuquerque, a “Toinha do PT”, presidente da comissão que investiga uso indevido de carro da CMM por parte da vereadora Ismaelka Queiroz (PTB).
A reunião, segundo apurou este poster, servirá para alinhar o advogado e a vereadora, já que Antônia Carvalho não ficou nada satisfeita com o fato de Valdinar ter revelado para a Imprensa o resultado do relatório sobre o “Caso Elka”, no qual “Toinha do PT” e os outros integrantes da comissão deram uma penalidade considerada branda para Elka (30 dias de suspensão).
Uma fonte ligada a este poster revelou também que “Toinha do PT” teria questionado o assessor jurídico na manhã de ontem sobre o assunto. Valdinar respondeu na bucha que a investigação sobre o “Caso Elka” é pública e ele não te nada a esconder. Tensão à vista.
"É resguardado o sigilo da fonte quando necessário ao exercício profissional (Artigo 5º da Constituição da República). quaquaqua.

2 comentários:

Anônimo disse...

Alguém esperava o contrario?
O acordo foi fechado na administração passada.Nagib e Julia, fecharam em salvar a vereadora Esmaelka.É claro que tem muito mais em baixo desta ponte.
A mocinha ameaçou abrir o bico.
A mocinha estava ameaçando não votar
no nagib.
Ameaçou denunciar a presidente da época de Nepotismo (o genro e a mãe da neta)todos trabalhando na câmara.
Ameaçou abrir a boca sobre as diárias, que são distribuídas graciosamente entre os vereadores.
E ameaçou a abrir a boca sobre o contrato e a utilização dos carros pelos outros vereadores.
So para lembrar, o vereador Gerson do badeco e o vereador Nagib, tinham seus carros utilizados por parentes e assessores indevidamente.

Anônimo disse...

Realmente, o cheiro(?) de pizza está cada vez mais forte.Que nos lembremos do nome de cada um dos vereadores para na próxima eleição darmos o troco, não votando nos mesmos. Em 19.03.11, Marabá-PA.