quinta-feira, 15 de março de 2012

Vale é acusada de dar calote em mais uma empresa

A Justiça do Maranhão determinou a paralisação dos serviços de obras civis, terraplanagem, drenagem, pavimentação e contenção de encostas, que estavam sendo feitos pela mineradora Vale na Ferrovia Carajás, entre o Pará e o Maranhão.
O motivo da paralisação é que a WO Engenharia, que começou a fazer esses serviços para a Vale, até o ano passado, está cobrando uma dívida da mineradora, de R$ 159,4 milhões, por perdas e danos e por multas contratuais, que a Vale teria deixado de pagar com a quebra do contrato.
A WO faliu e teve que demitir 2.500 funcionários. Em nota, a Vale informa que, até a presente data, não recebeu qualquer intimação determinando a suspensão de suas obras.

Nenhum comentário: