segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Caros Amigos

Depois de algum tempo sem atualizar meu blog, por questões várias, pude finalmente ler os comentários e publicá-los, praticamente todos. Alguns comentários eu gostei muito, outros nem tanto e outros eu preferia nem ter lido. Mas tudo bem.
Aqui vão alguns esclarecimentos aos meus leitores. Vamos lá:

1) Não tenho nada contra os evangélicos (minha mãe é evangélica, minha irmã e muitos de meus melhores amigos e parentes);
2) Nosso blog (meu e de vocês) não é voltado para debates religiosos;
3) Qualquer idiota sabe que não foram apenas os evangélicos quem elegeram Maurino, mas qualquer idiota sabe também que há muita gente da igreja dele contratada com cargos de confiança na prefeitura (isso é fato). Achar isso normal, ou dizer que qualquer um faria o mesmo, é se igualar a esse tipo de político.
4) Não ofendi nenhum evangélico, nem a Bíblia e muito menos a Deus. Podem procurar minhas palavras aí que vocês vão ver. Apenas acho que vivemos num país livre e eu tenho o direito de acreditar naquilo que eu considerar que merece crédito. Só isso. Quem quer respeito em relação a sua religião precisa aprender a respeitar o ponto de vista dos demais. Na própria Bíblia (que quase todos defendem cegamente sem ao menos conhecê-la), o profeta Elias diz ao povo: “Se vocês crêem que Deus é Deus, então sigam; se crêem que Deus é Baal, então sigam”.
5) Para o comentarista anônimo das 06h54 (dia 26), Êxodo 20:17, diz: “Não cobiçarás a casa do teu próximo, não cobiçarás a mulher do teu próximo, nem o seu servo, nem a sua serva, nem o seu boi, nem o seu jumento, nem coisa alguma do teu próximo.”
6) Peço desculpas pelos que se sentiram ofendidos, mas peço também que respeitem meu ponto de vista e meu jeito de ser. Eu posso estar completamente enganado, mas nesse ponto ainda não conseguiram me convencer disso.
Aquele abraço.

3 comentários:

Anônimo disse...

chagas, Êxodo 20:17 não diz se a mulher é um boi ou nao, diz apenas para que não seja cobiçada. quem é que gostaria de ter a esposa ou qualquer outr coisa cobiçada pelos outros? tá certissimo o mandamento. aí tá recomendando pra o outro individuo não querer nada do outro, naturalmente que até as meias do outro ele deve deixar de lado. você fez uma interpretação equivocada do texto. acredite-me

reporterchagasfilho disse...

Para mim, a Bíblia está colocando tudo no mesmo patamar. E tem uma coisa mais séria nessa passagem. Os mandamentos de Deus admitem que alguém pode ter escravos, que são propriedade do seu senhor, assim como a mulher, o boi, o jumento... viu?

Jesusmar Sousa disse...

Li o post e de fato não há nada contra os evangélicos. Sou evangélico. Isso não me impede de respeitar a opinião alheia.

Agora é verdade, o senhor prefeito empregou muitos evangélicos que fizeram apenas volume, causando o inchaço da folha de pagamento o que culminou na vergonha que todos tem presenciado na atual gestão.

Sendo evangélico, não votei no Maurino. A razão é simples, não vejo ele como um homem de Deus como se declara e não só por isso, não voto por convicção religiosa, o próprio histórico dele mostra que em anos de vereador, não desenvolveu contribuições significativas para a sociedade marabaense.

Caros evangélicos, não pensem de forma religiosa e sim inteligente. Se de fato acreditam em Deus, todos hão de concordar que Ele é um ser inteligente.