sexta-feira, 12 de agosto de 2011

Tião Miranda se explica


Em contato direto com este jornalista, o deputado Tião Miranda (PTB) justificou sua ausência na sessão da última segunda na Assembleia Legislativa do Estado, que tratou do empréstimo de R$ 366 milhões, feito na época da ex-governadora Ana Júlia Carepa (PT).
O ex-prefeito disse que não há mais o que ser discutido em relação a esse assunto porque o recurso já foi gasto de forma diferente do que previa a lei autorizativa da Assembleia Legislativa. Além do mais, Miranda disse que não fez nenhum acordo com Ana Júlia. Segundo ele, o caminho dos prefeitos prejudicados é acionar a ex-governadora na Justiça.
Miranda afirmou ainda que a governadora usou o dinheiro de acordo com suas conveniências e ainda colocou o dinheiro numa conta única do governo do Estado, o que torna quase impossível de descobrir no que o recurso foi aplicado.
Segundo ele, a única coisa que resta ao governador Simão Jatene é pagar a conta.

3 comentários:

Anônimo disse...

Amor com amor se paga. Tia Ana Júlia colocou Tião no Sebrae e deu as chaves de um cofre com R$ 50 milhões.

Anônimo disse...

Palavras do "PROFESSOR" Tião Miranda
.

Odilon Neto disse...

O Tião deveria saber a função dele de deputado, qual seja, fiscalizar o executivo, e é claro legislar. Essa explicação desviou tá desviado, é imoral.