segunda-feira, 22 de agosto de 2011

Aterro vira esgoto de caminhões limpa fossa

Quatro empresas de Marabá que coletam fezes de fossas domésticas e de empresas despejam os resíduos no aterro sanitário de Marabá, diretamente no solo, o que pode estar contaminando o lençol freático e, por extensão, o Rio Itacaiúnas, uma vez que ali perto passam cursos de água que desembocam naquele rio. A denúncia foi feita pelo repórter Ulisses Pompeu, no Jornal Correio do Tocantins, de sábado.

Nenhum comentário: