quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Maurino na terra de Hitler

O premiado prefeito Maurino Magalhães está de viagem quase marcada para a Alemanha.
Enquanto ele arruma as malas, com os cachecóis, as camisas de manga comprida e o gorro, em Marabá, a temperatura está fervendo.
Os servidores da Saúde estão com salários constantemente atrasados;
Os plantões da saúde também não são pagos em dia;
Os pacientes que precisam de remédio controlado estão a ver navios;
E os consultórios dentários estão devidamente fechados por falta de material.
O mais bacana de tudo é que Maurino vai receber um prêmio por conta do aterro sanitário de Marabá, que seria exemplo para outros municípios do País.
Só uma coisinha: o aterro é um projeto da Vale. A única participação da prefeitura até agora foi deixar de cuidar do aterro, que abriga centenas de urubus, emite muito chorume e recebe 100 mil litros de dejetos de fossas sanitárias por dia.
Para Maurino fazer as malas e zarpar ao Velho Continente, falta só uma coisinha: a autorização da Câmara Municipal...
Então não falta nada.

4 comentários:

Anônimo disse...

E meu caro Chagas como dizia Tiririca "Pior que ta não fica"

Para Prefeito em 2013 Vote na arvore que numca cai a folha talvez seus frutos sejam melhores do que os do herege.

julyana Passos disse...

Tudo que Marabá, necessita é de um bom Gestor. Infelizmente, temos que sorrir para não chorar, enquanto uns vão para Alemanha, outros continuam a receber seus salários atrazados, e outros na longa espera de um atendimento de saúde, que além de precário é atrazado!

Ismael Castro dos Santos disse...

Maurino é o "Tiririca do Pará!", parece que em Marabá não existe sociedade, cadê o povo dessa cidade? Ninguém exige respeito? Este prefeito viaja com o nosso dinheiro, para se autopromover e fazer campanha politica antecipada. Que vergonha!

Anônimo disse...

ismael, você né povo não? ou mora longe daqui? dê o exemplo que te seguimos. todo mundo quer botar o chocalho no gato. só não aparece é candidato pra isso.