segunda-feira, 9 de abril de 2012

Semed: Ney Calandrini exonerado

Ney Calandrini de Azevedo não é mais o secretário municipal de Educação. A notícia foi confirmada no final desta manhã e pouca gente na prefeitura tem conhecimento do assunto ou mesmo dos motivos que levaram o prefeito Maurino Magalhães (PR) a tomar essa decisão.
A primeira informação é de que a saída de Ney Calandrini teria sido motivada por articulação política, pois o prefeito teria negociado o controle da Secretaria Municipal de Educação (Semed) com o PT, para que a legenda se coligasse com o PR para o pleito de 7 de outubro.
Mas o presidente do Diretório Municipal do PT, Luiz Bressan, disse no início da tarde que nunca houve tal proposta e que ele ainda não estava sabendo da exoneração de Ney Calandrini do comando da Semed.
Pela manhã, Calandrini disse que desconhece sua exoneração e se mantém como titular da Secretaria Municipal de Educação (Semed). “Não pedi pra sair; ainda sou secretário”, afirmou naquele momento.
Ele, por outro lado, confirmou que recebeu realmente a proposta de ser candidato a vereador, mas depois de avaliar a situação junto com a sua família, decidiu não se lançar candidato.
Mas, à tarde, a Assessoria de Comunicação da Prefeitura (Ascom) confirmou que o secretário havia sido realmente exonerado. Mas o nome do novo secretário ou qualquer outra informação ainda não poderia ser repassada à Imprensa ainda.
De acordo com uma fonte ligada à Semed, a portaria de exoneração de Ney Caladnrini está datada do dia 4 de abril, portanto, quarta-feira passada.

3 comentários:

Karem disse...

Incrível como a senhora SEMED faz o que quer... Até os profs que eram contratados agora sao SUBSTITUTOS EM VAGA, substitui-se um "fantasma", além de nao receber mais o VALE TEMPERO, décimo, regência, recisão, nada... Está dificil, só o dinheiro limpo ( e se quiser!!! ),trabalhamos por que é a necessidade... CAÓTICO!!!

Aurismar Lopes Queiroz disse...

Na verdade, o Ney nunca foi de fato o secretário de educação, uma vez que o camando daquele órgão sempre esteve nas mãos do professor Antonio Disney, pessoazinha despótica e arrogante, que agora será o secretário de fato e de direito.

Anônimo disse...

O mais triste é o sindicato não fazer nada em relação a esta situação do professor substituto, não ter direito a nada.
O estranho seria o sintepp se posicionar contra as decisões do todo poderoso da semed "Antonio Disney"