terça-feira, 5 de abril de 2011

Cidade Morena e Relicária

Tenho feito muitas críticas à atual administração municipal, mas a festa de segunda-feira à noite, na véspera do aniversário de Marabá, foi um daqueles momentos que a gente não tem coragem de apagar da retina assim tão facilmente.
Além do show sempre brilhante do Trilogia (Marco Monteiro, Nilson Chaves e Lucinha Bastos), Pinduca e Sayonara, a singela apresentação de Nilva Burjack emocionou.
Ela cantou "Cidade Morena" e também o Hino de Marabá, de uma forma completamente inovadora.
Eu e alguns amigos aplaudimos até esfolar as mãos.
Emocionante.

2 comentários:

Anônimo disse...

Chagas, tomei conhecimento das atrações da noite e, como fã incondicional de todos que alí se apresentariam, me deu uma vontade danada de ir lá. Mas, como o medo da violencia tem me feito ficar em casa à noite, não tive coragem de me deslocar daqui da Cidade Nova ]e curtir. Acho que como eu, muitos deixaram de prestigiar a noite que com certeza foi muito bonita. Uma pena que em Marabá a gente tenha que se privar desses momento raros, simplesmente por medo.

Anônimo disse...

Tô com o das 17:49 hs., não fui ao show´. Pouco antes, me desloquei até a lateral do palco com minha filha e neta, onde conseguimos autógrafos dos 3(três)(Nilson, Lucinha e Marco) no DVD "Trilogia" e fotos com os mesmos. Muito legal da parte deles. São pessoas simples e de fino trato. Mas ouví de minha residencia toda a apresentação do trio. Música de qualidade é sempre bem vinda. Em 09.04.11, Marabá-PA.