quinta-feira, 24 de maio de 2012

O mau cheiro sem fim


Leitores do blog entraram em contato comigo para reclamar de um problema recorrente, que parece até sem solução: o mau cheiro exalado pelo curtume do frigorífico JBS, em Marabá. Entre o final da tarde e o início da noite, a situação ficou praticamente insuportável nos bairros Novo (e Belo) Horizonte. Com a palavra, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente.

Um comentário:

Prof. Francisco Neto disse...

Meu prezado amigo Chagas Filho,

Vou aproveitar o ensejo e também denunciar, ou melhor propor que alguém tome providencias quanto a forma de pesca que se espalha no meio do Rio Tocantins. O caso é que não podemos mais nem ao menos dar uma volta de canoa sem dar de cara com nada menos do que uma malhadeira de pelos menos 300 metros, acho um absurdo o modelo adotado pelos pescadores que terminam por assim dizer acabando com o principal sustento de suas próprias familias.
Alguém tem que tomar uma providencia e rápido, antes até que ocorra um acidente, sem falar nos "bonitões" que desfilam em suas lanchas e jet skis "voando" no meio dos banhistas.