segunda-feira, 28 de maio de 2012

Desenvolvimento para quem?


Não sei se é impressão minha, mas nas últimas semanas a Usina de Belo Monte tem tomado grande espaço nas redes sociais e nos vários meios de comunicação que dizem manter o cidadão informado.
Não restam dúvidas de que a energia elétrica é limpa e barata e que essas usinas praticamente não deixem resíduos poluentes. Além disso, a demanda por energia é grande no País.
Tudo isso é motivo para nos fazer crer que esse negócio de usina hidrelétrica é uma boa, ainda mais no caso de Belo Monte, até porque, ao contrário do que dizem por aí, a área a ser alagada em Altamira não é uma grande reserva natural intacta como dizem. O local está mais do que antropizado.
Para mim, o problema de Belo Monte é o mesmo de quase todos os grandes projetos nesta república federativa: uma minoria vI e beneficiar muito.
É assim: a usina vai ser construída e nossas faturas mensais continuam altíssimas e a energia que chega a nossas casas é de má qualidade.
Sem contar com o fato de que os expropriados vão passar décadas para receber aquilo que têm direito.
Sem contar com os problemas sociais que vão ficar entranhados na área de influência do projeto.
Leu atentamente? Então você já sabe minha opinião.

Um comentário:

Anônimo disse...

Chagas,brevemente teremos mais uma usina hidrelétrica gerando mais energia aqui dentro do nosso estado, só não entendo uma coisa...Porque a nossa energia é uma das mais caras do País?